SOMENTE UM POUCO DO TODO. A METADE DA PARTE.

Tudo o que somos nasce com nossos pensamentos. Em nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo. (Buda)

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

LEI MARIA DA PENHA



***

Hoje no horário do meu almoço, assitir no Jornal uma noticia que me chamou atenção. Vi que a lei Maria da penha seria reformulada, nessa reforma, mudaria o fato de só a mulher poder denunciar o seu agressor, fiquei triste em saber que isso não mudou.
vejamos o seguinte, todos sabem que o maior indice das mulheres que são agredidas por seus "maridos" são mulheres que dependem emocionalmente e financeiramente desse "homens", ela são reféns de um sentimento que elas acreditam ser a única forma de sobrevirem a sociedade.
Quero aqui expressar minha insatisfação com essa decisão. Já que sabemos que essas mulheres tem medo e são reféns desse "homens", logicamente ela não os denunciaram. seria fundamental para se fazer justiça que pessoas próximas como a familia, pudesse denunciar esse animais covardes. Eles não são homens, são muleques, já é hora de serem responsabilizados por seus atos injustos.
É uma pena que não mudou, seria a garantia de sobrevivência de muitas mulheres.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

ATUALIDADES


Fim da "obamania"
O ano de 2010 será particularmente delicado para o presidente americano Barack Obama. Passada a euforia da eleição do primeiro presidente negro dos Estados Unidos, o democrata precisará colocar as finanças domésticas em ordem, administrando um rombo bilionário por conta dos empréstimos que salvaram instituições financeiras e a indústria automobilística durante a crise econômica.

Na política externa, precisará cumprir metas que visam encerrar duas guerras, no Afeganistão e no Iraque, iniciadas há quase uma década pelo antecessor, o ex-presidente George W. Bush. No Iraque, este ano será de desocupação e entrega definitiva do governo aos iraquianos, enquanto que, no Afeganistão, a aposta é no reforço de efetivo para fortalecer as autoridades locais contra os talebans.

Soma-se a isso a queda de popularidade de Obama, que tinha um índice de aprovação de 70% no começo de 2009 e que, hoje, bate na casa dos 50%. A insatisfação de metade da população com promessas não cumpridas e falta de ações mais enérgicas deve refletir nas eleições parlamentares em novembro. Apesar de fechar 2009 com a sanção do projeto de reforma do sistema de saúde, o presidente corre o risco de perder este ano a maioria na Câmara dos Deputados, o que pode complicar seus dois últimos anos de governo. Já no Senado americano, são poucas as chances de os democratas saírem derrotados.

Fonte: http://educacao.uol.com.br/atualidades/agenda_2010.jhtm
Esse blog é para as pessoas que buscam saber um pouco de cada coisa que achar interessante no mundo. Aqui você vai encontrar, noticias, atualidades, informação sobre serviços essenciais... UM POUCO DE TUDO!